ICMS/SP – Programa concede crédito sem juro a microempreendedor individual

ICMS/SP – Programa concede crédito sem juro a microempreendedor individual

ICMS/SP – Programa concede crédito sem juro a microempreendedor individual

Juro Zero Empreendedoré uma parceria entre a Desenvolve SP e o Sebrae-SP, que fi nancia o capital de giro e a compra de máquinas e equipamentos

Os microempreendedores individuais (MEIs) paulistas com faturamento anual de até R$ 60 mil dispõem de uma linha de crédito com juro zero para financiar o capital de giro e a compra de máquinas e equipamentos, materiais de construção, veículos uti litários, software e hardware, ferramentas e outros itens.

Para participar do programa Juro Zero Empreendedor, parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e o Sebrae-SP, os interessados precisam concluir o programa Super MEI, do Sebrae-SP, e não possuir restrições cadastrais no CNPJ e no CPF. Devem apresentar um plano de negócios indicando os itens a serem financiados e a destinação do capital de giro. Os consultores do Sebrae acompanham a elaboração do plano.

Ao todo, R$ 233 mil já foram liberados para a ampliação e moder nização dos negócios de 19 microempreendedores. No momento, mais 81 pedidos estão em análise na Desen volve SP, somando R$ 1,4 milhão.

Para quem paga a prestação em dia, a taxa de juros é zero, equalizada pelo Governo do Estado, por meio da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista. “O programa é bastante interessante porque une a capacitação inicial promovida pelo Sebrae, a disponibilização de recursos pós-capacitação, a orientação ao empreen dedor para que possa se planejar e, depois, o acompanhamento para execução”, afirma o superintendente de produtos da Desenvolve SP, Gilberto Fioravante.

Comprovação – Após 30 dias da liberação do valor, o microempreendedor deve comprovar, por meio de notas ficais, cupons e outros documentos, que utilizou o recurso conforme seu plano de negócio aprovado pelo programa.

Marcilene Silva de Araújo Milano, proprietária do espaço Beleza e Make Up, em Bauru, solicitou o crédito para comprar um aparelho de ultrassom por ondas mecânicas e aumentar a oferta de serviços de seu negócio. “Com o equipamento, posso realizar os procedimentos de despigmentação de sobrancelhas, remoção de linhas de expressões e rugas, estrias, xantelasma (lesão cutânea que surge na região das pálpebras), miliun (pequeno cisto epidérmico), melasmas (manchas escuras na pele), verrugas, manchas senis, rejuvenescimento da pele e tratamento capilar para nascer fios”, explica Marcilene, que realiza as atividades de esteticista, é maquiadora, micropigmentadora e designer de sobrancelhas.

“O programa ajudou muito. No Sebrae, eles me prepararam, capacitaram e vieram conhecer o meu espaço. Sem o crédito, não seria possível comprar o equipamento porque os juros são muito altos no banco”, comemora.

Carência – O valor máximo a ser financiado é R$ 20 mil, com prazo de pagamento de até 36 meses. Os microempreendedores têm seis meses para começar a pagar o financiamento. Marcilene conta que nem vai esperar: “Estou trabalhando com o equipamento e guardando dinheiro para pagar antes do prazo”, conclui.

Márcio Batista, proprietário da sorveteria Sabores do Mundo, do município Elias Fausto, também foi beneficiado com o programa para adquirir duas máquinas. “A fabricação dos nossos sorvetes são artesanais, processo que leva muito tempo. Agora, minha esposa e eu vamos realizar dois sonhos de uma vez: ampliar nossa produção de sorvetes de massa e passar a fabricar picolés com a mesma qualidade”, diz.

Fonte: Diário Oficial do Estado de São Paulo

Share this post